A inovação no mercado imobiliário

A inovação no mercado imobiliário

O neuromarketing é o estudo do marketing associado à neurociência, basicamente é uma área de estudos que analisa o comportamento do consumidor, tendo como base o processamento de informação pelo cérebro e pode identificar o impacto emocional de determinado produto (ou segmento) na vida das pessoas. 

O comportamento do consumidor está ligado diretamente aos acontecimentos atuais, por exemplo, a necessidade de ficar em casa por mais tempo, por causa da pandemia do CoVid-19 ao longo do ano mostrou às pessoas diferentes necessidades daquelas que estávamos acostumados - como tornar a residência um local mais aconchegante e agradável, tanto para lazer e descanso, quanto para trabalho. 

Outro ponto importante a ser analisado, ainda dentro do comportamento do consumidor, são as questões tecnológicas (é, não vai dar pra fugir delas!). Um mundo cada vez mais globalizado, com informações que viajam pelos quatros cantos do planeta, quase na velocidade da luz, mostra a necessidade das empresas em oferecer serviços mais rápidos e eficientes. 


O setor imobiliário


Nos últimos meses, vimos uma crise financeira acontecer em âmbito mundial. E, apesar de ainda não ter terminado por completo, visualizamos no mercado imobiliário um crescimento que segue firme nos últimos anos. 

De acordo com os Indicadores Imobiliários Nacionais, feitos pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) em 2019, as vendas de imóveis aumentaram 16% em comparação ao segundo trimestre de 2018 e 12,1% em relação ao semestre. 

Não apenas, a redução dos juros no mercado imobiliário ajudou a despertar ainda mais o interesse dos investidores, o que impactou de forma extremamente positiva os números em 2020. 


A inovação no mercado imobiliário


A partir dos estudos sobre o comportamento do consumidor e as novas necessidades de investimentos em inovação no mercado imobiliário não é de se estranhar que esteja acontecendo uma verdadeira reformulação na forma como os imóveis estão sendo comercializados. 

Há poucos dias publicamos um artigo falando sobre moradia por assinatura (clique para saber mais) e como é possível alugar um imóvel de forma 100% digital, escolhendo a nova moradia através de um catálogo com mais de 5 mil unidades prontas, em apenas 30 segundos. 

Esse é apenas um dos muitos exemplos de como o comportamento do consumidor é o responsável por ditar as “regras do jogo”. Afinal de contas, para que uma empresa tenha sucesso, é preciso se adaptar ao mercado e, principalmente, estar alguns passos à frente do seu cliente, inovando, suprindo necessidades com serviços cada vez mais rápidos e eficientes. 

Vivemos uma era que, em linhas gerais, no mundo digital precisamos “vender” (ou convencer de uma ideia) em apenas 5 segundos. Se você não capta a atenção do usuário digital dentro desse tempo, a probabilidade de conquistá-lo depois reduz em mais de 50%. 

E é por isso que as inovações no mercado imobiliário não podem parar.